Coro da Camerata Antiqua de Curitiba

O Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, assim como a Orquestra,também passou por reformulações ao longo de sua história. Desde a criação da Camerata, o Coro se destacou pela originalidade e leveza na interpretação da música renascentista e barroca, motivando o grupo a desenvolver programas a cappella. Essa proposta intensificou-se a partir de 1982, com inúmeros concertos sob a regência de seu fundador, o maestro Roberto de Regina, e de eminentes convidados brasileiros e estrangeiros, entre eles o maestro Gerard Galloway. A influência de Galloway, no Coro, superou o treinamento vocal: foi maestro convidado e conselheiro artístico, recomendou obras para o repertório e escreveu textos para os encartes dos discos e CDs do grupo. Por meio dele, os cantores de Angra dos Reis, onde Galloway era radicado, e que hoje integram a Camerata, tomaram conhecimento do conjunto.

A sólida formação musical de seus integrantes transformou o Coro em uma das referências da música vocal no Brasil. Assim como a Orquestra, se notabilizou pela execução de concertos notáveis, como a participação na apresentação da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – OSESP, sob a regência de Roberto Minczuk. Em 2006, o grupo realizou turnê por cinco cidades alemãs, cantando a cappella e acompanhando a Orquestra de Câmara da Filarmônica de Arad – Romênia Coro; no ano seguinte, em Portugal, acompanhou a Orquestra Sinfônica da Póvoa do Varzim, a convite do 29º Festival Internacional de Música do Algarve. Na época, com apoio da Fundação Cultural de Curitiba, o conselho artístico do Coro levou o grupo a uma nova fase de produção musical, na qual os concertos cênicos passaram a utilizar novas linguagens. Exemplo desse trabalho foi o concerto Cores do Brasil, em 2008, durante o 8º Simpósio Mundial de Música Coral, em Copenhague, com os espetáculos Cores do Brasil e Lampejos da Música Sacra no Brasil. A participação no 18º Festival Corale Internazionale – La Fabbrica Del Canto, na Itália, em 2009, permitiu ao grupo levar quatro programas para dez concertos pela região da Lombardia. Em 2013, o ensemble representou o Brasil na Bienal de Coros de Aachen – 3ª Internacional Chorbiennale, na Alemanha. O êxito obtido pelo Coro da Camerata, sem dúvida, é o resultado do trabalho a ele dedicado por consagrados profissionais: Neyde Thomas, orientadora de técnica vocal no período de 1992 a 2011; o maestro Wagner Polistchuk, diretor artístico da Camerata Antiqua de Curitiba (coro e orquestra, de 2009 a 2011); a regente Helma Haller, de 2009 a 2012. Entre 2013 e 2014, a cubana Maria Antonia Jimenez foi a responsável pela regência. Desde 2015, Mara Campos é regente titular e diretora musical do Coro da Camerata, tendo o apoio técnico vocal da cantoras Denise Sartori (2017 e 2018), Eiko Senda e Lúcia Passos.

Aparecida Vaz da Silva Bahls
Historiadora e Pesquisadora da Casa da Memória/ Diretoria do Patrimônio Cultural

 

Maestrina Regente e diretora musical do coro: Mara Campos

Regente coral desde 1978, formando e dirigindo inúmeros conjuntos, como: CORALUSP, Coral da Aliança Francesa, Coral da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Coral do Portal, Grupo Som-A-Pino, Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo e os Corais Infantil e Juvenil da Escola Municipal de Música. Mara Campos recebeu orientação de Adriana Ribeiro e Maria Luiza Carvalho, Benito Juarez, Hugg Ross, Henrique Gregori, J. E. Gardiner, Beth Pinheiro, Osvaldo Lacerda e Damiano Cozzella, além dos cantores Lucia Passos e Fernando Carvalhaes. Integrou o Projeto Villa-Lobos de Canto Coral – INM/FUNARTE e foi professora de Regência e Canto Coral em 20 edições da Oficina de Música de Curitiba. Regente convidada dos coros ingleses BBC Singers, New College e The Sixteen, do conjunto Vox Brasiliensis, da instalação coral Concerto Concreto da Bienal “A Trama do Gosto” e da gravação do CD Villa-Lobos, em Paris (França), respondeu pela criação e direção musical dos espetáculos ZAP – O Resumo da Ópera e Coro dos Contrários – 22. Mara Campos criou e coordenou os Festivais de Coros da Aliança Francesa, Igreja São Francisco, Grupo Pão de Açúcar e o Encontro de Coros Camargo Guarnieri do Festival do Theatro Municipal de São Paulo. Integra o Projeto Canto em Movimento junto a escolas de ensino fundamental do SESI em São Paulo, e é professora de regência e canto coral da Faculdade de Música Cantareira e da FITO – Conservatório Villa-Lobos. Mara Campos é Diretora Musical e Regente do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba.

Coordenação: Darci Almeida

Possui bacharelado em Canto e Especialização em Pedagogia Instrumental e Performance pela Universidade Estadual do Paraná / EMBAP. Fundadora e cantora do Quarteto Angra e Canto Colonial, realizou concertos pelo Brasil e exterior. Como coralista e solista teve participação em concertos e gravações com diversas formações artísticas atuando no Brasil, Estados Unidos e Europa. Passando pelos cargos de representante, assistente da direção artística e coordenadora, há mais de 25 anos integra o Conselho da Camerata Antíqua de Curitiba, sendo uma das responsáveis pela pesquisa e elaboração da programação artística. Tem sido colaboradora de artistas e pesquisadores em publicações com ênfase na cultura musical. Desde 2014, se dedica como Delegada ao Plano Nacional de Cultura no setorial de música para Curitiba.

Representante: Alexandre Mousquer

Nascido em Florianópolis, estudou piano e canto lírico com Domingos Moreno e Helder Cadore. Na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, teve como mestres em canto, Denise Sartori e Neyde Thomas. Dentre outros mestres destacam-se, Luiza Gianinni, Marília Vargas, Carlo Colombara, Marconi Araújo, Ivanna Speranza e Eiko Senda. Apresentou-se como solista com a OSSCA, Orquestra SCAR e OSIMPA. Interpretou personagens nas óperas “Il Maestro di Cappella”, “Gianni Schicchi”, “Mirandolina”, “Fosca” no Theatro São Pedro em São Paulo e “L’ocasione fa il Ladro”. Integrante do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba vem atuando como solista, apresentando-se no Brasil e exterior. Atualmente é o Representante do Coro da CAC. Alexandre desenvolve trabalho como professor de técnica vocal e regência coral.

INTEGRANTES

Sopranos

Contraltos

Tenores

Baixos

Pianista Correpetidora

Ensaiadores


PATROCINADORES