Composição e Arranjo Instrumental na MPB – Paul Wegmann – Informações gerais

CURSOS REGULARES – 2º SEMESTRE 2022 – DISCIPLINAS TEÓRICAS

Professor: Paul Wegmann – Currículo

 

Devido à flexibilização das normativas de medidas de segurança da Prefeitura Municipal de Curitiba em relação à pandemia do COVID 19, o Instituto Curitiba de Arte e Cultura – ICAC estabelece que as aulas para o 2º SEMESTRE DE 2022 serão realizadas no formato PRESENCIAL.

 

Ementa geral

Estudo aprofundado de sistemas musicais historicamente estabelecidos (modal e tonal) e das principais técnicas de composição e arranjos, bem como sua aplicação prática na música popular brasileira. O curso fornece também subsídios básicos de editoração de partituras e produção sonora (gravação, edição, tratamento de áudio e mixagem) utilizando o programa Reaper.

 

Conteúdos

Nível INICIANTE I

O que é arte e por que fazer arte? O que é música? Por que fazer música?

Conceito de Beleza: Apresentação do diálogo Hípias Maior, de Platão. Leitura analítica. Discussão.

Noções básicas de acústica: O som e seus parâmetros. Conceito de direcionalidade. Implicações direcionais no conceito grego/ocidental de beleza.

Timbre: A série harmônica. Intervalos. Síntese e equalização no programa Reaper. Introdução à Teoria da polarização acústica de Edmond Costère.

Sistema Modal Medieval: Antecedentes históricos. Classificação dos intervalos (consonância/dissonância).

Análise intervalar dos modos e audições de performances historicamente informadas.

MIDI em Finale, MuseScore e Reaper.

Composição melódica no Sistema Modal Medieval: Conceito de melodia.

Considerações de escrita vocal. Relação melodia/texto. Transição do modo autêntico para o modo plagal. Polarização e deslocamento harmônico. Composição em Voz Alta; estratégias de controle de direcionalidade harmônica e temporal.

Revisão dos conceitos expostos na composição em voz alta: polarização e direcionalidade.

Conceitos básicos de áudio digital.

Sistema Modal Medieval Ampliado: Melodia sobre nota pedal e modulação modal.

Audição dirigida de peças selecionadas. Composição em voz Alta. Equalização, Compressão e Reverb em Reaper.

Leitura de trechos escolhidos: Modalismo na Música Brasileira, de Emerlinda Paz. Audição de exemplos musicais.

Procedimentos Harmônicos tipicamente modais: Noção de Tríade e suas propriedades; estratégias de controle da direcionalidade harmônica no modalismo.

Utilização de VSTi (instrumento virtual) em Reaper.

Modos de transposição limitada: escala octatônica e hexatônica. Análise Harmônica. Composição em blocos utilizando estes modos e VSTi em Reaper.

 

Nível INICIANTE II

Introdução ao Sistema Tonal; Passagem do modal ao tonal: contextualização histórica.

Elementos estruturais do sistema tonal e diferenças em relação ao sistema tonal: modos, trítono, sensíveis, notas substitutas.

Campos harmônicos maiores e menores. Funcionalidade Harmônica. O acorde diminuto.

Direcionalidade Harmônica no Tonalismo. Progressão de fundamentais.

Transcrição de exemplos no Finale e Reaper.

Notas Melódicas (Inflexões): bordadura, nota de passagem, apojatura, suspensão/retardo, antecipação, bordadura dupla (resolução indireta) nota pedal. Relação melodia/harmonia.

Análise de um tema do Pixinguinha: melodia, harmonia, relação entre ambas, e aspectos rítmicos e de construção formal. Hipermetria e Polimetria.

Composição de Choro brasileiro.

Estratégias de elaboração harmônica no sistema tonal. Composição de progressões harmônicas. Modulação.

 

Nível INTERMEDIÁRIO I 

Interpretação harmônica do fenômeno melódico no sistema tonal: eixos harmônicos em tonalidade maior e menor.

Escrita a duas vozes: soli a 2. Utilização de Layers no programa Finale.

Análise de Parabéns pra Você e elaboração de contraponto.

Contraponto Tonal a 2 vozes. Análise da Invenção Nº 1 de J.S. Bach: processos de elaboração e transformação motívica, modulação.

Contraponto para o tema Lamentos, do Pixinguinha.

Gravação utilizando Reaper. Estágios de Ganho. Edição, Compressão e Equalização.

Compressão e Reverb paralelo. Grupos e Roteamento de Sinal em Reaper.

Técnica de separação de bandas em Reaper.

Composição em Voz Alta: harmonia, melodia e contraponto tonal como um processo simultâneo.

 

Nível INTERMEDIARIO II

Revisão Geral de Harmonia Tonal: Funcionalidade, Regiões da Tonalidade, Notas substitutas, Dominantes secundárias, o acorde diminuto.

Revisão Geral de Escrita a duas vozes: Soli a duas e Contraponto Tonal a duas vozes. Análise de J.S. Bach.

Elaboração de Contracanto Passivo em Voz Alta para o tema Só Danço Samba, de Tom Jobim.

Soli a 3. Análise e Elaboração em Voz Alta de Soli a 3 do tema Chega de Saudade, de Tom Jobim.

Outras estruturas harmônicas possíveis a 3 vozes. Estruturas derivadas dos Modos I e II de transposição limitada.

Introdução ao Contraponto Tonal a 3 vozes. Exemplos com o tema Parabéns a Você.

Elaboração de Contraponto a 3 vozes para o tema Bebê, de Hermeto Pascoal

 

Nível AVANÇADO I

Revisão: construção melódica, técnicas de transformação motívica,

Revisão de Campos harmônicos: maior, menor harmônico, menor melódico, maior harmônico e modos de transposição limitada I e II.

Revisão: Soli a 2 partes.

Revisão: Soli a 3 partes. Reharmonização de inflexões.

Revisão: Notas de tensão.

Soli a 4 partes. Drops de tétrades por espécie.

Arranjo para base e 4 instrumentos melódicos. Produção de arranjo do tema Amor Até o Fim, de Gilberto Gil.

Editoração de Partituras.

Auxílio em questões específicas de produção.

Técnica de escrita a 4 partes (harmonia clássica), de acordo com Walter Piston e Arnold Schoenberg.

Produção de um arranjo da música Retrato em Branco e Preto, de Tom Jobim.

 

Nível AVANÇADO II

Revisão Geral: Harmonia tonal, regiões da tonalidade, escrita a 4 partes (Walter Piston).

Revisão Geral: Soli a 2, 3 e 4 partes. Tétrades por espécie e notas de tensão.

Revisão Harmonia Modal. Possibilidades de intercâmbios modais e direcionalidade de tensão entre modos. Exemplos utilizando VSTi em Reaper.

Conceito de pandiatonicismo em modos eclesiásticos e modos de transposição limitada.

Progressões escritas a 5 partes utilizando intercâmbios modais e estruturas derivadas dos modos de transposição limitada I e II.

Elaboração de bases rítmicas utilizando VSTi’s em Reaper.

Produção de uma composição de estética livre mas que dialogue com a música brasileira no seu aspecto rítmico e harmônico, constando instrumentação, número de seções, texturas e técnicas que serão aplicadas por seção, materiais harmônicos e timbres, para base e 5 instrumentos melódicos, podendo as 5 partes serem escritas para piano ou sintetizador, ou quaisquer combinações que envolvam escrita a 5 partes.

Técnicas avançadas de mixagem: equalização dinâmica, distorção, reamp, efeitos de profundidade e limitadores. Tarefa: aplicar conceitos abordados na mixagem da composição.

 

Pré-requisitos: Leitura fluente em claves de sol e fá; conhecimento sólido de harmonia funcional; agilidade em calcular intervalos; tocar pelo menos um instrumento harmônico; experiência musical prévia. Saber utilizar pelo menos um software de notação musical (musescore, finale, sibelius, etc.) nível básico: saber alterar forma de compasso, armadura de clave, acidentes, divisões rítmicas e quiálteras. Estar disposto a tocar e gravar as próprias composições e arranjos. Desejar aprender e desenvolver-se artisticamente para além das tendências ditadas pelo mercado.

 

Faixa etária: a partir de 18 anos
Carga horária: 32h/a por semestre (01 encontro semanal de 2h/a)
Preço: 05 parcelas de R$ 50,00 + R$ 50,00 de matricula
Capacidade por turma PRESENCIAL: 20 alunos

 

DISCIPLINAS TEÓRICAS E PRÁTICAS DE CONJUNTO GRATUITAS

Você sabia que os curso de Disciplinas Teóricas e Práticas de Conjunto do Conservatório de MPB podem ser TOTALMENTE GRATUITAS?

*Sim! Para cada curso de Instrumento ou Canto em que estiver matriculado, você terá direito a uma Disciplina Teórica + uma Prática de Conjunto sem custo nenhum. São elas:

– Linguagem & Estruturação Musical (LEM)
– Harmonia Funcional
– Composição & Arranjo Instrumental
– História da MPB
– Prática de Conjunto de Choro
– Prática de Conjunto de MPB
– Prática de Conjunto de Samba
– Prática de Conjunto de Música Caipira

Para obter o benefício da gratuidade, você deverá se inscrever nos cursos escolhidos dentro dos prazos (23 de junho a 21 de julho de 2022) conforme o procedimento padrão, passando pelas 02 fases de inscrição e seleção e realizar sua matrícula. 

E saiba também – que mesmo que você não esteja matriculado em nenhum curso de Instrumento ou Canto e ainda assim tenha interesse em estudar uma Disciplina Teórica ou uma Prática de Conjunto no CMPB – elas possuem valores bem mais em conta (5 X R$ 50,00) e têm o dobro de horas/aula (32 horas/aula por semestre).

 

TURMAS / NÍVEIS / HORÁRIOS

Atenção: Os horários das turmas informados estão condicionados ao preenchimento do número mínimo de vagas.

COMPOSIÇÃO E ARRANJO AVANÇADO II SEXTA 11:00 ÀS 13:00
COMPOSIÇÃO E ARRANJO INICIANTE I QUARTA 10:00 ÀS 12:00
COMPOSIÇÃO E ARRANJO INTERMEDIÁRIO II QUINTA 11:00 ÀS 13:00
COMPOSIÇÃO E ARRANJO INTERMEDIÁRIO II SEGUNDA 19:00 ÀS 21:00

 

 

2ª FASE DAS INSCRIÇÕES: TESTES/ENTREVISTAS PRESENCIAIS *para alunos aprovados na 1ª FASE 

Nível INICIANTE I: teste escrito e entrevista com o professor conforme os pré-requisitos. OBS: O candidato deverá trazer lápis, caneta e borracha.

 

IMPORTANTE:

*Ficará totalmente a critério dos professores a aprovação ou reprovação dos candidatos em qualquer uma das fases de seleção.

   

DIA E HORÁRIO DO TESTE PRESENCIAL:
26 de julho de 2022 das 11h às 12h

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER