Notícias

16 jul

Casa da Leitura Laura Santos faz homenagem ao Dia Mundial do Rock

Publicado em: Camerata Antiqua de Curitiba por: viridiana
ritalee

A Casa da Leitura Laura Santos, no Tatuquara, promove nesta semana rodas de leitura em homenagem ao Dia Mundial do Rock (13 de julho). De terça a quinta-feira, os participantes vão ouvir as músicas e debater sobre as principais composições de Cazuza (16), Rita Lee (17) e Pitty (18). As discussões serão feitas sobre o contexto de suas obras, criando um panorama histórico desses artistas representantes de diferentes épocas e fases do rock nacional.

Para a mediadora da Casa da Leitura Laura Santos, Alana Albinati, a ideia é valorizar o rock produzido no Brasil. “Quando falamos de grandes nomes do gênero, sempre vem à cabeça nomes de fora. E isso sempre me incomodou, como amante da arte nacional e da música brasileira, porque temos grandes bandas de rock em nosso país.”

As composições foram escolhidas considerando a fase mais importante do artista. De acordo com Alana, a roda de leitura pretende fazer um recorte histórico do rock nacional, aproximando o público mais jovem da obra musical de Rita Lee e Cazuza, que fizeram sucesso a partir das décadas de 1970 e 80. Ao trazer para as discussões duas compositoras e intérpretes mulheres, o evento também posiciona as mulheres como força-motriz do rock nacional.

“As mulheres quase não são lembradas dentro do cenário do rock nacional, mas se não tivéssemos uma artista como Rita Lee com sua carreira nos Mutantes e depois em seus discos solos, não existiria um Cazuza e, muito menos, uma Pitty, que em entrevistas já comentou sua influência nas composições da Rita Lee”, comenta Alana Albinati, organizadora de atividades da Casa da Leitura Laura Santos.

A música brasileira e a literatura sempre andaram juntas. E no rock nacional não é diferente. Parcerias como a de Raul Seixas e com Paulo Coelho resultaram em clássicos da música brasileira. O próprio Cazuza declarou seu amor pelas obras literárias de Clarice Lispector e pelos escritores da Geração Beat – símbolos da contracultura americana.

O dia em que músicos se juntaram para combater a fome na África

A data 13 de julho, reconhecida como Dia Mundial do Rock, marca a realização de um dos maiores festivais de música do mundo: o Live Aid. O festival idealizado por Bob Geldof e Midge Ure uniu artistas britânicos e americanos para lutar contra a fome na Etiópia. O evento teve apresentações que estão cravadas na memória popular da música mundial, como as famosas imagens de um inspirado Freddie Mercury comandando uma multidão com canções do Queen.

Serviço:
Rodas de Leitura em Homenagem ao Dia Mundial do Rock
Datas: 16 a 18/7 (terça a quinta-feira)
Horário: 14h30
Local: Casa da Leitura Laura Santos (Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/nº – Tatuquara)
Classificação: 14 anos
Entrada Franca


PATROCINADORES