Coral Brasileirinho

coral brasileirinho

Dia 7 de outubro da primavera de 1993, bem no centro da Cidade de Curitiba, mais precisamente no 3º andar do então recém-criado Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba, num edifício histórico localizado na esquina das Ruas Mateus Leme com Treze de Maio, pela primeira vez ecoaram as vozes do Coral Brasileirinho, concebido para trabalhar a canção brasileira com crianças de 08 a 13 anos, em uma proposta que desenvolve tanto a expressividade vocal quanto a interpretação cênica do grupo. Para dar suporte a essa proposta cênico-musical do Brasileirinho são concebidos espetáculos com temas específicos, os quais norteiam a definição do enredo e do repertório, que se traduzem em apresentações envolventes, por sua dinâmica musical e movimentação, aliadas aos arranjos, adereços, elementos de cenário e iluminação, criados especificamente para os shows. Nesse contexto, o Brasileirinho já levou aos palcos 14 espetáculos temáticos: De Chiquinha a Chico (1994), Álbum de Família (1995 e 2010), TV Brasileirinho (1997), A Cara do Brasil (2000), Cantando o 7 (2001), 100Pre Cantando (2002), Quem Não Se Comunica Se Trumbica (2004), Na Geral (2005), Passarim (2006), Adonirandi (2007), Eu Sou Mais Brasileirinho (2008), Viva O Brasil (2009), Brasileirinho no Morro (2011), Brasileirinho 100 Gonzagão (2012). Esses espetáculos temáticos permitem ao Brasileirinho uma gama variada de músicas para a formação de repertório, com ritmos, estilos e gêneros bem diferentes. É esta diversidade musical que propicia uma estética sonora e visual tão características do grupo, fazendo delas a sua própria identidade. Foram marcantes as apresentações realizadas no Teatro Amazonas (Manaus), e no Memorial da América Latina (São Paulo). Destacam-se também as participações especiais do Brasileirinho nos shows da dupla Kleiton e Kledir, e na comemoração dos 30 anos de carreira de Toquinho, no Teatro Guaíra.

Direção Artística : Helena Bel
Cantora e violinista, Helena Bel é formada em Licenciatura em Música pela Faculdade de Artes do Paraná e especialista em Educação Musical/Coral, pela Faculdade de Música e Belas Artes do Paraná.Como cantora já participou de vários grupos vocais e cênicos como “O Abominável Sebastião das Neves”,“Allegro ma non Presto”e “O Tao do Trio”. Atualmente, canta no grupo “Nymphas”.É Diretora Musical e arranjadora vocal do GrupoBrasileiro(também corpo Artístico do ICAC e FCC), juntamente com Milton Karan.Ganhou o 1º lugar no “Concurso para Intérpretes da MPB” do SESC da Esquina em 1993. Tem participação em CD ́s e DVD ́s de vários artistas.Como violinista, foispalla,desde 1992 até 2001, da “Orquestra doConservatório de MPB de Curitiba”, fundada por Roberto Gnatalli. Foi regente assistente da “Orquestra À Base de Corda” na sua primeira formação, com cordas de arco e é violinista da atual “Orquestra À Base de Corda”.Foi professora no Conservatório de MPB de Curitiba de 1996 a 2009. É professora de violino na Escola de Música Suzuki, onde também dirige a parte vocal e cênica dos musicais realizados anualmente pela escola

Músicos: Sèrgio Justen (piano e teclado) e Bruno Karam (baixo).

CANTORES
ALICE ROZZA WEINHARDT WITHERS
ANNA JULIA MEYER
ANTÔNIO MARTINS DE CAMARGO
ARTHUR GAIO GIRATA
EDUARDO BOEIRA HILÚ
ISABELLY TESSER ROSA
ISADORA JULIANA SIMÕES
ISADORA MARQUES
JOANA MACHADO COSTA
JOÃO DE ARAÚJO AMBRÓSIO
JOÃO PEDRO BOEIRA HILÚ
KARENINA DA SILVA SPOSITO
LAURA SAENZ ROSSI
LUIZA BECKER
MALU DE OLIVEIRA RODRIGUES
MARIA MARIANA GOMES CARUSO
MARIANA GONÇALVES BORGES
MARIANA GONÇALVES BORGES
MELISSA CERVELLINI RECH
NINA DE SOUZA SILVA
PEDRO DE ARAÚJO AMBRÓSIO
SARAH BORIN
SELENA CAROLINA VICHINHESKI
SOFIA DE ARAUJO CARCERERI
YASMIM RIELLA

Fale com o Brasileirinho
Produtora: Bete Carlos
(41) 3321-2855
elizabete.carlos@icac.org.br

 

Clique aqui